Neurologia

Doença de Parkinson


A Doença de Parkinson (DP) é uma das mais comuns desordens neurológicas e afeta aproximadamente 1 a cada 100 indivíduos com mais de 60 anos. Trata-se da 2ª doença neurodegenerativa mais comum, perdendo somente para a Demência de Alzheimer. A deficiência do neurotransmissor dopamina na substância negra é o principal envolvido nesta doença.

Os sinais e sintomas clínicos da Doença de Parkinson podem ser tremor em repouso, lentidão dos movimentos e do balanço dos braços, rigidez, alteração na mímica facial e da voz, distúrbio do sono, dificuldade na deglutição, instabilidade postural e tendência a quedas, alteração no olfato, hipotensão e alterações no humor (depressão).

O diagnóstico da Doença de Parkinson é clínico. Não existem exames laboratoriais ou de imagem que confirmem seu diagnóstico.

O manejo medicamentoso visa controle dos sinais e sintomas sejam motores (rigidez, tremor, bradicinesia) ou não motores (hipotensão, depressão, salivação excessiva), que podem trazer significativa melhora de qualidade de vida ao paciente.

Sempre consulte seu médico em caso de dúvidas.

Dr Camilo Azeredo - Neurologista clínico - CRMMG 38950 RQE 33175

Assuntos relacionados
Arquivo

Compartilhe